Huila conquista sua primeira Libertadores da América (Foto: Eraldo Lopes)

Santos adia o tri e o Atlético Huila conquista sua primeira Libertadores da América

A partida, que aconteceu na Arena Amazônia, contou com um público dividido entre brasileiros e colombianos. O primeiro gol saiu logo no comecinho com Brena anotando para o Santos. No primeiro minuto da partida, a camisa 5 chutou de fora da área e deixou 1×0 para as Sereias.

O Santos dominou o primeiro tempo, com muita velocidade no toque de bola e intensa qualidade ofensiva, o time brasileiro viu o Atlético Huila ter sua primeira oportunidade aos 29 minutos em uma cobrança de falta.

santos
Brena abre o placar da final (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

O segundo tempo mudou completamente o rumo do título. O Atlético Huila empatou a partida logo na volta do vestiário após a cobrança de um escanteio com Gavy Santos, a capitã da equipe. O gol do empate abalou o time do Santos que estava jogando bem, mas passou a errar muito na saída de bola, deixando o Atlético Huila gostar do jogo.

O Huila começou a pressionar e quase virou a partida, mas o time aguerrido não soube construir boas finalizações, o ataque acabou sendo comprometido pela falta de capricho no chute das colombianas. Mesmo tentando o gol da vitória, investindo em bolas longas, o nervosismo e o crescimento dos erros individuais levaram o Santos para a decisão por pênaltis.

whatsapp-image-2018-12-02-at-22.44.07-1-
Rincón admirando a taça conquistada, revela que ouviu no rádio que o Santos já havia ganhado o jogo e isso deu força para o Huila (Foto: Marcos Dantas)

Alternando nas cobranças, o Atlético Huila marcou com Rodallega, Stabile, Vallejos, Cometi e Rincón, enquanto o Santos marcou com Maurine, Camila e Juliete, Angelina cobrou mas a bola parou na defesa da goleira colombiana Solera.

Assim, o Atlético Huila de apenas dois anos, levou o título inédito da Libertadores da América. O Santos adiou a conquista do tricampeonato mas não há desmerecimento das Sereias da Vila que fizeram a melhor campanha do torneio, 16 gols em quatro jogos e quatro vitórias.

santoshuila-1024x682
Santos tropeça no favoritismo e Huila conquista sua primeira Libertadores (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

O terceiro lugar ficou para o Iranduba

Também por decisão nos pênaltis, as brasileiras do Iranduba asseguraram o terceiro lugar vencendo de 2×0 do Colo-Colo após empate por 1×1 no tempo regular. Ao trocar a goleira Maike por Rubi para as penalidades, o técnico Igor Cearense foi muito bem. Rubi defendeu três pênaltis, e o Iranduba marcou com Camilinha e Ludmila. Cris do Iranduba também cobrou mas a bola acertou a trave.

rubi_rubi
Rubi entrou nas penalidades e fez milagre defendendo três cobranças (Foto: Mauro Neto/Sejel)

Equipe Jogadelas

Nós do Jogadelas sentimos extrema admiração e parabenizamos todas as participantes da 10ª edição da Libertadores da América, principalmente o clube vencedor do Atlético Huila.

Reconhecemos o esforço de cada atleta para estarem presentes e preparadas, que o espaço seja cada vez mais conquistado assim com os troféus que ainda serão erguidos por mulheres incríveis que elevam o nível do futebol.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: