Foto: Acervo Histórico do Santos FC

Crônica: El clássico da saudade, pô!

Texto: Bruna Galvanese e Renata Heidemann

Eu venci o primeiro jogo.
Foi em 3 de outubro de 1915, no velódromo em São Paulo, e foi uma chuva de gols, 7×0.
A gente já era uma máquina, e por incrível que pareça, o velódromo ficava na Rua da Consolação, e era o que o Palesta mais precisava naquele dia.

Mas pera aí! Não vamos falar de passado! Eu venci o último clássico. Foi 3×2 pra gente, no nosso estádio lindo, também no dia 3, mas em novembro, no ano passado pelo Brasileirão.
E neste ano, o Palmeiras foi Campeão Brasileiro, levantamos a taça, o Brasil inteiro foi pintado de verde.

Ah, então vamos falar de presente! Saca só esses números de 2019:
Em 9 jogos, balançamos a rede 23 vezes, 16 a mais que vocês.
Temos 7 vitórias, e o Palmeiras 4.
Empatamos nas derrotas, uma para cada lado.
Acho que levamos vantagem, hein?!

Vantagem? Como assim?
Vou mostrar porque o nosso verdão leva bem mais vantagem no clássixo de hoje em cima de vocês:

  • O jogo é em casa;
  • temos Prass, Dudu, Bruno Henrique, Ricardo Goulart e Felipão no comando, o eterno penta;
  • A torcida vai estar presente, vamos lotar o Allianz!

Bom, pode ser que isso ajude, mas estamos voando.
O Jean Mota é o artilheiro do Paulistão, e quer ouvir algo bem engraçado?
O Jean tem 7 gols, só ele tem o mesmo número de gols marcado por vocês.
Não dá pra discutir com números, né?!

Ah, Peixinho, então quer falar de números, segura essa!
Nos enfrentamos 324 vezes, vencemos 136, enquanto vocês venceram apenas 104 vezes.
Empatamos 84 e foi uma metralhadora de gols, nós dois enchemos a rede 1022 vezes, é gol pra dar e vender!

É Palestra, temos que admitir.
Nós dois temos histórias, muitas.
Nós tivemos Pelé, vocês Ademir da guia.
Apenas com esses dois atletas, podemos parar pro aqui e esperar ansiosamente pelo jogo, hoje, às 19 horas, no Allianz Parque.

Pois é alvinegro.
Nossa rivalidade é coisa linda de se ver!
E que ela fique apenas nas 4 linhas, porque com esses anos de show de futebol, temos que dar as mãos e ensinar muitos outros times por aí.

%d blogueiros gostam disto: