Foto: Divulgação

Brasil quer sediar a Copa do Mundo Feminina de 2023

Surpresa em receber uma competição feminina contra 9 países, de três continentes, se tornou um recorde e marco desde o início do torneiro

Nesta terça-feira (19), a Fifa divulgou os países candidatos a Copa do Mundo Feminina de 2023. A notícia maravilhosa é que o Brasil está entre os 9 países disputando a vaga para sediar a competição.

Os países candidatos foram 3 sul-americanos: Argentina, Brasil e Colômbia; duas asiáticas: Japão e Coreias do Sul e Norte juntas; e Oceania: África do Sul e Austrália e Nova Zelândia. Desde o começo do Mundial, em 1991, foi o recorde de concorrentes para receber o torneio.

Conforme a entidade, os países têm até o dia 16 de abril para apresentar seus projetos. Os planos serão divulgados no site da Fifa em outubro deste ano. A escolha da sede está programada para março de 2020.

Os países que já receberam a competição feminina foram China (em 1991 e 2007), Estados Unidos (1999 e 2003), Suécia (1995), Alemanha (2011) e Canadá (2015).

A Copa do Mundo deste ano, na França, acontece entre os dias 7 de junho a 7 de julho. O Brasil está no Grupo C com Austrália, Jamaica e Itália. A estreia está marcada para o dia 9 de junho contra o país jamaicano.

%d blogueiros gostam disto: