O desenvolvimento do Futebol Feminino incentivado pela Nike

Na última quinta-feira (14), ocorreu no Museu do Futebol, no Pacaembu, o lançamento no país das camisas exclusivas da Seleção Feminina Brasileira.

O evento também foi uma noite histórica para a Nike, que anunciou seus novos objetivos e iniciativas para alavancar o desenvolvimento do futebol feminino, apresentando projetos que envolvem desde jogadoras amadoras até jogadoras da base e da elite do futebol nacional.

A anfitriã do evento foi a humorista Lettícia Muniz, que também é a idealizadora do projeto de futebol “Jogue Como Uma Garota”.
No palco, ela recebeu Martina Valle, que é a diretora da marca para mulheres da Nike do Brasil; Emily Lima, treinadora do Santos e ex-treinadora as Seleção Feminina; Lucas Maniezo, diretor de marketing esportivo da Nike do Brasil; Adriana Silva, jogadora do Corinthians; Luiza Fontes, que é atleta do Centro Olímpico, onde foi campeã da Libertadores sub-14; e Jujugol, primeira menina federada no Brasil a jogar com meninos, aos 7 anos de idade.

Toda a apresentação se deu em forma de bate-papo, uma maneira ainda mais inovadora e que fez todos os convidados se sentirem em casa!

“Queremos que, um dia, no Brasil, o futebol e todas as outras modalidades se tornem um hábito diário para as mulheres. Sabemos que as mudanças levam um tempo para acontecer, mas o pontapé inicial precisa ser dado”, ressaltou Martina, ao explicar que toda a transformação do esporte no país só ocorrerá com a mudança de mentalidade em relação ao assunto.

Nike Futebol Clube (Nike F.C)

O NIKE F.C é o novo projeto da marca, que durante o evento foi apresentado pela Emily Lima, e é um meio de incentivar e encorajar novas meninas a praticarem o futebol, independentemente do nível de qualidade ou conhecimento.

O objetivo do projeto é tornar a prática ainda mais inclusiva e democrática, fornecendo toda a infraestrutura necessária para que as meninas possam se aperfeiçoar em um local seguro com profissionais qualificados. Os encontros serão gratuitos e ocorrerão semanalmente, sendo durante 3 semanas no Ibirapuera e 1 vez ao mês no gramado do Pacaembu (e esse encontro mensal terá a capacidade para 200 alunas!).
A Nike pensou em tudo e fornecerá todo o material esportivo, além disso, em algumas sessões, o treino será dirigido pela própria Emily.

 “Estou muito feliz em fazer parte deste projeto. O futebol feminino precisa de iniciativas como essas para desenvolver a modalidade no Brasil e mostrar para as mulheres que o futebol também é para elas.” comentou Emily.
“Com o Nike F.C., meninas e mulheres que queriam começar a jogar futebol ou treinar suas habilidades, desde o fundamento até a pelada, agora podem fazer isso em um ambiente seguro e apropriado”, contou a treinadora.

 As inscrições poderão ser feitas em nike.com/SP

Nike Premier Cup Feminina

A Nike Premier Cup Masculina é uma competição que existe no mundo todo desde 1993 e já contou com nomes como Neymar, Vinicius Jr e Rodrygo. A novidade é que agora, entre os dias 6 e 12 de maio, as atletas sub-17 dos principais clubes do Brasil disputarão a primeira Premier Cup Feminina do mundo, idealizada pela Nike como parte de toda essa estratégia para o desenvolvimento da prática esportiva por mulheres no país.
Cerca de 128 atletas participarão do campeonato, que será totalmente estruturado pela Nike e terá como sede o CT da base do Corinthians.

O sorteio das chaves ocorrerá no dia 5 de maio, e a grande final ocorrerá no dia 12 de maio.

A premiação coletiva contará com troféus e medalhas coletivas e a premiação individual será dividida em 3 categorias: bola de ouro, luva de ouro e chuteira de ouro.

A iniciativa foi apresentada no evento por Lucas Maniezo e a expectativa é de revelar as novas joias do futebol feminino, mostrando toda a potência das categorias de base do nosso país. “Esperamos ver talentos que passarão pela Premier Cup despontarem na elite do futebol mundial. Acreditamos no potencial das nossas atletas e no surgimento de novas Andressas Alves, Andressinhas e tantas outras guerreiras que representam o nosso país. […] Sabemos como é importante para os jovens talentos participarem de competições e terem oportunidades de mostrar seu potencial. Agora as nossas atletas também ganharam este espaço”, contou Maniezo.

%d blogueiros gostam disto: