Sport e Corinthians se enfrentaram pelo Brasileirão Feminino A1 com o gramado altíssimo

A situação do gramado em Pernambuco assustou a altura e o escasso das entidades em conservar o estádio

Na partida entre Sport e Corinthians, pela 4ª rodada do Brasileirão Feminino A-1, a atleta do Corinthians, Gabi Zanotti, publicou em sua rede social a situação do gramado do Estádio Ademir Cunha, em Pernambuco. A grama estava na altura acima do normal, muito alta para receber um jogo.

A meia-campista nos contou sobre as condições de jogar no campo. “Tinham alguns buracos e alguns pontos com bastante terra para tentar tampar. A descarga do banheiro não funcionava” disse a atleta.

“O vestiário do doping estava em péssimas condições. Tinha teia de aranha e encontramos até carrapato”, contou a Gabi sobre a situação do vestiário.

O estádio passou por reformas para poder voltar a receber jogos pelo Campeonato Pernambucano de 2019, entre elas a pintura geral, ajustes na parte elétrica e hidráulica, além da perfuração de um poço com mais de 40 metros.

A atleta Gabi Zanotti publicou a situação do gramado no estádio (Foto: Reprodução/Instagram)

Conforme a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) a situação do gramado e a liberação para a partida não pertence à instituição pernambucana e sim a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por se tratar de uma competição Nacional.

Entramos em contato com a CBF mas não houve retorno.

Não é a primeira vez que o estádio passa por problemas. No ano de 2016 foi interditado por 40 dias após a má situação do estádio. A partida entre América-PE e Náutico foi transferida para a Ilha do Retiro.

O gramado repleta de areia em 2017 (Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem)

Em 2017, o estádio passou por problemas para receber o Campeonato Pernambucano daquele ano. Buracos, gramado cheio de areia, pichações, problemas nos vestiários, falta e luz e mofos foram os mais alarmantes. A Federação Pernambucana reconheceu a falta de amparo no estádio, porém disse que o estádio não pertence à instituição.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: