Foto: Omar Vega/Getty Images

Por Carol Cardoso

Não é todo dia que uma estudante do ensino médio defenda a camisa da seleção do seu país em uma Copa do Mundo. Porém, esse é o caso da craque da Jamaica, Jody Brown.

Desde os doze anos, Jody tenta a chance no futebol. Agora, com apenas 17, ela tem a oportunidade de ouro em seus pés.

Atacante da equipe americana Monteverde Academy, Jody está no top 10 das melhores jogadoras da CONCACAF e promete dificultar a vida das zagueiros brasileiras logo no início da competição.

Liderando as Reggae Girlz, com o auxílio da fila de Bob Marley (contamos essa história aqui), Brown é a grande promessa de muitos gols da Jamaica nesta Copa do Mundo, além de uma das principais referências da modalidade em um país onde não existe uma liga feminina.

Nos jogos classificatórios, a atacante marcou quatro gols e ajudou a acarinhar, pela primeira vez na história a o passaporte de uma seleção caribenha para o Mundial.

Carol Caraciki é jornalista esportiva desde 2006, entusiasta do futebol feminino e das mulheres no esporte em geral. Ah, e amante dos animais! Não compre, adote!

%d blogueiros gostam disto: