Por Gabriela Nolasco

A vitória larga da Seleção Feminina com hat-trick da Cristiane é um passo importante para a classificação do Brasil. Após os 3 desfalques durante a preparação para a Copa e a Marta no banco de reservas, a equipe brasileira consegue enxergar a segunda fase por mais 1 ponto.

A constelação brasileira deixou sua estrela e craque da grande área brilhar, Cristiane Rozeira, aos 34 anos, se tornou a atleta mais velha entre as categorias feminina e masculina à marcar um hat-trick em Copas do Mundo. Além disso, a atacante da Seleção é a primeira jogadora a marcar mais de uma vez na mesma partida em três edições de Mundial (2007, 2011 e 2019).

A próxima partida será a temida Austrália, porém, se perder ou empatar existem possibilidades do Brasil chegar na próxima fase do Mundial. O melhor dos cenários é a vitória e alcançar a segunda fase com 100% de aproveitamento. O último embate das brasileiras aconteceu justamente contra a equipe do continente asiático na eliminação das oitavas de final por 1 a 0, na Copa do Mundo no Canadá em 2015. Para a surpresas de muitos, uma das favoritas para o título dessa edição, perdeu de virada nos acrescimentos para a equipe italiana por 2 a 1.

Com 15.380, a Seleção Italiana estreou com vitória após 20 anos sem se classificar para a Copa do Mundo. O último jogo das Italianas foi contra o México pela vitória de 2 a 0. Após duas décadas, Brasil e Itália se enfrentam novamente no mesmo grupo. O último duelo entre as equipes ocorreu no dia 24 de junho de 1999, com vitória brasileira por 2 a 0, anotados pela gigante Sissi do Amor.

Marta

O retorno de Marta aos gramados ainda é uma dúvida, já que tudo depende da evolução física da atleta. Em entrevista coletiva após o jogo contra a Jamaica, Vadão disse ser imprevisível o retorno imediato da atleta mas espera contar com o sinal positivo da recuperação total da maior artilheira de Copas do Mundo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: